Nem sempre estar sozinho parece uma boa ideia. Um café à dois aparenta ser muito mais divertido, onde em vez de ficar olhando para uma xícara enquanto ela se esvazia aos poucos, você pode trocar experiências, tendo alguém para olhar e conversar. E na verdade é bom mesmo. Independente de quem esteja à sua frente, ela te faz pensar em porquê você se sentaria ali sozinho se pode ter uma companhia.
Não podemos esquecer de como é bom repartir a cama com alguém, dormir de conchinha, com quem quer que seja.Ter alguém para repartir a pipoca no cinema, porque você não aguenta comer uma sozinho. Fazer uma viagem nas férias, já que a ideia de conhecer lugares e ter experiências novas sozinho, parece ser algo bem solitário. Ir em um restaurante para almoçar ou jantar e ter alguém para dividir a mesa. Não precisar ir naquele compromisso chato com a preocupação de não conhecer alguém lá. E repito. Isso é muito bom mesmo, da mesma forma que fazer tudo isso sozinho também é e talvez seja ainda melhor. 
O que muita gente esquece ou ainda não aprendeu é que temos a nossa própria companhia, para tomar café, para assistir um filme, para dar um rolê em um sábado à noite e que ela deve ser tão boa quanto outra qualquer. Até porque é a companhia que mais vai te conhecer e que vai deixar você mais confortável, ou pelo menos deveria. Já que é impossível de se entender como alguém se sente tão bem e à vontade com qualquer um e não com si mesmo. 
Sinta-se bem com qualquer pessoa que você ache que deva, mas nunca mergulhe em alguém ao ponto de se afogar em si mesmo. Não se deixe afundar por quem quer que seja, porque no fim das contas, o único que vai poder te encontrar no fundo será você mesmo e sozinho. Nós somos tudo o que precisamos, e quem vier, será apenas para complementar e não completar. E se precisar, tome aquele café sozinho e aprecie o bom silêncio de sua própria companhia, só não se perca em outro alguém. 
Compartilhar:
Comentários:

2012-2016 © MEUSDELIRIOS.COM - DIREITOS RESERVADOS.