O que você diria de uma pessoa que acorda sozinha? Que não tem uma escova para ficar junto da sua? Que precisa ser o seu próprio calor em noites frias? Que não tem um anel de ouro para usar todos os dias em seu dedo anular? Será que sua resposta seria que provavelmente essa mesma pessoa é uma solitária, que só esbanja amor próprio e que no fundo é totalmente oca?
Por que em uma sociedade como a de hoje, ainda é levado muito em conta aquela frase que nossa titia sempre dizia para a gente: "Cadê os namorados? Não vai querer ficar para titia!"? Desde pequenos somos impulsionados para ter uma relação amorosa, pelos amigos na escola fazendo os famosos "esquemas", ou então a família que insiste que você gosta de algum amiguinho que sempre está contigo e até mesmo quando você já está bem mais velho, e aqueles amigos que já estão comprometidos não desistem de arrumar alguém para você conhecer. 
Sempre aprendi que se você não tiver alguém para segurar sua mão enquanto passeia no parque, você não é feliz, você não é completo e ainda por cima, muitos dizem que você vive na solidão. Mas pera aí!  Como assim você só é completo se você tem uma aliança no dedo e vive no escuro sem saber o que é felicidade? Quer dizer que só experimentamos o amor com uma paixão? Isso está completamente errado! 
Nossa vida é feita de momentos e escolhas, duas coisas que estão entrelaçadas, ou seja, vivemos vários momentos em nossa vida e em cada um deles, fazemos certas escolhas. Talvez eu não faria a mesma escolha sobre algo em todos os momentos, ou então eu faria. A ideia é que se não estamos vivenciando algo, é porque nós escolhemos dessa forma e nada além disso. É ridículo achar que o que é necessário para você, também é necessário para mim e vive-versa. Então, não é só porque você não consegue dormir de noite sozinho que eu não vou conseguir. 
Portanto, apesar de eu não ter uma alma gêmea, isso não quer dizer que eu não sou feliz, que me sinto fazia como um copo esperando para ser cheio de alguma coisa. O que preenche sua vida, o que deixa sua vida mais gostosa não é apenas um amor de parceiro,, mas sim qualquer amor ou o que quer que seja, o que você sente que é e isso basta. Temos que aprender que é possível ser feliz de várias formas, e que uma vida sem felicidade não é porque ela está sem amor e sim porque não há objetivo. 
Longe de dizer que não é bom ter alguém do seu lado, não, isso é ótimo, é maravilhoso. Mas não posso dizer que apenas isso vai deixar meus dias mais felizes e minha vida mais colorida. Há momentos que queremos estar com alguém e alguns não. E não, isso não é esbanjar amor próprio, isso é se amar o suficiente para saber que você não precisa de um ombro para encostar sua cabeça para se sentir bem. Depender de outro alguém para que pinte sua vida com cores diferentes, se você mesmo pode ter sua própria caixa de lápis para colorir. Isso que realmente é amor próprio: saber que você está bem à noite sozinho. 
Compartilhar:
Comentários:

2012-2016 © MEUSDELIRIOS.COM - DIREITOS RESERVADOS.