10.12.15
Propositalmente
Já percebi que não adianta muito a forma como eu me mova, ou como eu haja durante o meu dia, mas parece que esse peso nunca vai sair das minhas costas. Você colocou ele aqui, há muitos anos atrás, quando eu nem sabia exatamente o que era ultrapassar os contornos dos desenhos sem medo. Está impregnado, no próprio lugar que ele encontrou para ficar resguardado, e às vezes em momentos épicos ele se exalta. Acredito que você não tem a mínima ideia do quanto essa merda me afeta, será que você tem? 
Há um momento na vida que todo mundo vai passar sem exceções. Aquele momento em que se é criado tudo sobre nós, nossos gostos, nossas formas de lidar com algo, nosso jeito de ser, tudo isso vai ser formado em uma etapa. E não tem um momento exato para isso acontecer. O problema é que esse "peso" foi colocado nessa etapa da minha vida, ou seja, vou levar isso para onde quer que eu vá. Ele vai ser um peso na hora de eu me relacionar com alguém, ele vai ser um peso quando eu me sentir sozinha, o trabalho dele é ser um peso em cima de mim, mais precisamente, ter o objetivo de me esmagar. Porém é bem diferente quando por acaso esmagamos uma formiga na rua, sem querer, apenas preocupados com a correria do dia. O meu peso foi colocado propositalmente, e ele se permitido, vai me esmagar aos poucos, não rapidamente. 
Lembra quando eu disse que ele se exalta às vezes? Isso acontece porque de tempos em tempos ele é alimentado, e a cada vez que isso acontece, ele se torna um pouco maior, ocupando mais espaço e com certeza trazendo mais danos para mim. Mas o que eu posso fazer? Não tem como tirar ele daqui, não dá. É como tentar tirar a tinta de uma parede com as unhas, você só vai se machucar, sangrar, e tudo vai continuar a mesma coisa. 
A única coisa é saber lidar com isso tudo. Pelo menos essa foi a única forma que encontrei para me sobressair de tudo isso. É como aprender a falar, cada dia que passa você fica melhor, mas também se pelo menos um dia não trabalhar nisso, vai acabar voltando tudo novamente, te fazendo recomeçar desde o zero. Alguns dias são mais mais fáceis, mas mesmo assim não me sinto confortável, porque por mais que eu não sinta mais a dor do peso, ele ainda vai continuar aqui, e sempre vou senti-lo.
Compartilhar:
Comentários:

2012-2016 © MEUSDELIRIOS.COM - DIREITOS RESERVADOS.