Apesar de ser um livro muito famoso e daquelas histórias que todo mundo já leu pelo menos uma vez, eu infelizmente nunca li e mesmo assim resolvi apostar na adaptação. Sai do cinema com uma sensação ótima, de lições que ia levar para a vida inteira, e com muita vontade de assistir novamente. 
Por não ter lido o livro, não posso fazer uma comparação entre os dois, mas pelo que pesquisei e soube de quem já havia lido, o filme seguiu a história do livro, mas também teve outra história paralela que teve mais foco. Entendo muitas críticas de adaptações, mas o que mais vejo são pessoas que acham que o filme não ficou bom porque não seguiu "tudo" que estava no livro. É preciso entender que as duas mídias são diferentes, e algumas mudanças devem ser feitas. 
Como acabei de entrar para o mundo adulto com maior percepção de tudo, é impossível não aplicar as lições do filme à minha vida. E a maior delas, pelo menos para mim, é como os adultos esquecem que a vida pode ser divertida mesmo com responsabilidades. Que as vezes ficamos tão focados em nossos objetivos e atarefados, o que é completamente normal, e acabamos esquecendo das coisas divertidas do nosso dia a dia, de uma simples risada, ou de simplesmente aproveitar um tempo do dia com quem nós amamos. Dar risada não quer dizer que não estamos levando algo a sério ao contrário do que muitos pensam. Precisamos tomar cuidado para que nossos objetivos não acabem nos cegando.
A amizade pura e verdadeira é uma das coisas mais abordadas em "O Pequeno Príncipe". É lindo ver a inocência da amizade e como a imaginação toma conta dela e é impossível não se juntar a esse mar de imaginações. 
Confesso que chorei duas vezes e posso dizer que o filme não é nem um pouco para crianças, já que elas não vão entender realmente as mensagens desse incrível filme. A cada momento eu sentia uma pontada no coração. Impossível ver e não se apaixonar, e claro que quero ter esse livro na minha estante. 
Compartilhar:
Comentários:

2012-2016 © MEUSDELIRIOS.COM - DIREITOS RESERVADOS.