Lyra apesar de ser uma garota de berço nobre, ela não dá a mínima importância para isso tanto que seu amigo Roger é um simples ajudante de cozinha. Então adora correr por toda a Jordan e descobrir cada canto, na verdade vasculhar ainda mais os lugares proibidos, com seu daemon Pantalaimon, que ela chama de Pan. Em uma dessas, Lyra resolve matar a curiosidade para saber o que tem na Sala Privativa, e acaba testemunhando uma palestra de seu Tio Asriel sobre a existência do Pó. 
Porém na cidade corria o boato de que as crianças estavam desaparecendo, por conta de um grupo chamado de Papões, que raptavam as crianças e elas nunca mais eram vistas, ocorrendo isso em toda a Inglaterra. Lyra até brincou uma vez de Papões com seu amigo Roger. Depois de um vizinho filho de gípcios desaparecer, ela percebe que não tinha visto seu amigo ajudante de cozinha a manhã inteira, mas ao procurá-lo, se dá conta do seu desaparecimento. 
Convicta de que vai encontrar seu amigo e salvá-lo das mãos dos Papões, Lyra parte para o Norte, o lugar para onde está sendo levado todas as crianças, junto com seu amigo Pan e seu aletiômetro. Apesar de sentir medo, Lyra continua em frente, porque ela é Lyra.
A Bússola de Ouro é realmente um livro fantástico, que te apresenta não só um mundo, mas vários, onde pessoas possuem daemons, que é uma manifestação física da alma, bruxas que voam sobre o céu congelado do Norte, ursos-polares que usam armaduras e que falam, e várias coisas misteriosas até a última página do livro. 
Mesmo que a personagem principal seja uma garota de apenas 11 anos, está longe de ser um livro infantil, que apesar de mostrar mundos irreais, também é apresentado coisas que uma criança nunca conseguiria entender. Mas é com a inocência de Lyra, que ela vai em frente para tentar descobrir qual é a finalidade desse "Pó", junto com Pantalaimon. 

A Bússola de Ouro
Philip Pullman
Editora Objetiva
365 páginas
Compartilhar:
Comentários:

2012-2016 © MEUSDELIRIOS.COM - DIREITOS RESERVADOS.