É bom esperar a poeira abaixar para ver as coisas mais claras, para decidir o que vai ser melhor e o que não está dando certo. Tentar enxergar com os olhos fechados é a mesma coisa que querer tomar uma decisão sem ter certeza.
Agora que não há mais nenhuma poeira no ar vejo tudo tão diferente, tudo que não via antes, encontrei tantas respostas que antes não encontrava. Agora que virei a cabeça e olhei tudo atrás de mim, tenho certeza que não fiz nada de errado, tomei todas as decisões certas, porque as vezes não basta querer algo, também é preciso ter certeza de querer isso na hora certa. 
Por várias vezes ouvi você dizer que eu estava errada, que não sabia o que queria, mas era completamente o oposto, eu sabia muito bem o que queria e esse não era o problema. O problema era que o que eu queria não era a mesma coisa que você, e por isso você me acusava o tempo todo. Não foi meu erro não querer o mesmo que você, o mesmo objetivo, as mesmas decisões que não condiziam com o momento. Fiz o que era para ser feito, fiz tudo pensando não só em você, mas primeiramente em mim, o que seria melhor para mim e achei que me arrependeria disso e olha só como nisso, eu me precipitei. 
O erro nessa história foi você, sempre foi, mas eu não via isso porque você sempre fez eu ficar no seu lugar de culpado. Você que prometeu ficar comigo, me entender, e aceitar minhas decisões, porém todas essas promessas se desfizeram antes de serem compridas. Foi seu erro não me entender, foi seu erro não estar comigo quando no meu céu apenas eram trovões e chuva contínua. 
Nunca escondi um simples segredo, qualquer decisão mínima eu te contava e fiz o máximo para deixar tudo bem claro e só hoje que me dei conta disso. Porque fui tão boba em achar que tinha feita algo errado? Como pude chegar ao ponto de pedir desculpas? E mesmo pedindo desculpas nunca me senti aliviada, sempre ficava com um peso que não via, apenas sentia, porque se eu não era a culpada não adiantava pedir desculpas porque não resolveria nada. E foi o que aconteceu, nada se resolveu. Você sempre me cega com suas promessas, mas agora elas não estão surtindo mais efeito, a cada promessa não cumprida o efeito vai se perdendo pelo caminho. Aos poucos vou recuperando minha visão de antes, sem esses borrões.
Compartilhar:
Comentários:

2012-2016 © MEUSDELIRIOS.COM - DIREITOS RESERVADOS.