Estou aqui caminhando na calçada de uma rua movimentada, com carros indo e vindo. Olhando para essa calçada, escolho exatamente onde piso, os lugares nesse concreto que na minha cabeça são os melhores para passar. 
Não gosto de buracos, porque quando piso neles eu afundo tão rápido, e não é uma sensação que eu goste. Também não tenho medo de mudar de caminho quando é preciso, se for para outra calçada ou não. Pode ser até perigoso atravessar a rua movimentada, mas se o melhor está do outro lado, quem se importa?
Tem as calçadas que são cobertas por pisos, principalmente de casas ou comércios, e nelas é preciso andar com cautela, sem pressa, para não correr o risco de cair feio, mas isso não quer dizer que não dá para se levantar, limpar a sujeira da roupa e seguir em frente. Quando eu era pequena, já caí muitas vezes, mas agora isso não acontece mais. 
Caminhando a alguns minutos, passo por algumas casas que tem algumas plantas ou flores na frente, e em algumas flores tem até espinho. Então quem passa despercebido sem prestar atenção, pode levar a mão nessa flor, e acabar se cortando. A parte boa de se cortar, é que você nunca mais vai esquecer de ficar distraído, principalmente em certos caminhos. 
Em algumas calçadas há buracos, e neles estão cheios de água da chuva de manhã. Eu tomo cuidado para não pisar em uma poça e acabar me molhando, mesmo que isso só vá molhar minha calça jeans, mas há pessoas que pisam e não tem medo de se molhar, especialmente crianças. E eu, pensando bem, admiro isso. 
Meus tênis vão gastando a sola em cada passo que eu dou, e eles eram para ser minha base, eram para proteger meus pés, aquilo que não deixa eu me machucar, mas ao invés disso, em vez do chão me causar feridas, são os tênis que vão me causando dor ao longo dessa caminhada. Eu queria tirar eles, porém é o único par que eu tenho, então eu aguento o quanto posso.
Várias pessoas já me disseram que em certas ruas eu vou chegar mais rápido ao meu destino, ou que são melhores para caminhar, mas eu não tenho medo de me atrasar ou de me machucar ao caminhar, eu apenas quero chegar lá. Então hoje eu vou escolher meu próprio caminho. 
Compartilhar:
Comentários:

2012-2016 © MEUSDELIRIOS.COM - DIREITOS RESERVADOS.