Antes de finalizar a saga Crepúsculo, Stephenie Meyer lançou a obra de ficção científica A Hospedeira. O livro recebeu várias críticas boas quanto ruins, mas muitos que leram o livro afirmam que ao todo ele é melhor que a saga dos vampiros. E tem quem não goste de Crepúsculo, mas gosta dessa obra de Meyer. 
Apesar de ser de ficção científica, o livro também aborda o amor, mas de diferentes ângulos como fala a autora. 
"É um livro de ficção científica que não parece ficção científica - é sobre um triângulo amoroso com apenas dois corpos. O que mais gostei nesse livro foi de explorar o amor de ângulos tão diferentes. O amor pela comunidade, pelo próprio ´eu´, pela família - o amor romântico e o amor platônico." - Stephenie Meyer
 A Hospedeira foi nomeado um dos Melhores Livros de Maio em 2009, e teve uma tiragem inicial de mais de 700 mil cópias. 
Com toda essa fama, claro que era de se esperar que sairia uma adaptação cinematográfica, e o melhor sairá em estréia no dia 29 deste mês! E recebeu a direção de Andrew Niccol.
Eu não tive ainda a oportunidade de ler o livro, mas confesso que estou querendo muito ir no cinema assistir ao filme. Mas estou com receio, porque geralmente quando o livro tem adaptação no cinema, o livro é sempre melhor, com poucas exceções. Claro isso no meu ponto de vista, com os filmes e livros que assisti. Mas para conhecermos melhor a obra, que tal ler a sinopse?
Melanie stryder se recusa a desaparecer. Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo.

Quando Melanie, um dos humanos "selvagens" que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente.
Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam.

E aí? Pela sinopse do livro, ficou com vontade de assistir o filme? Já leu o livro? Comente e nos conte o que achou da obra! 
Compartilhar:
Comentários:

2012-2016 © MEUSDELIRIOS.COM - DIREITOS RESERVADOS.